PRODUTORES

Conheça todos os produtores que se encontram na plataforma Santa Marta Store.

Caves Santa Marta

NO DOURO VINHATEIRO PATRIMÓNIO MUNDIAL
NA ÚNICA REGIÃO DO MUNDO PRODUTORA DE VINHO DO PORTO

CAVES SANTA MARTA é um nome conhecido no mundo vitivinícola, no país e na Região do Douro-a mais antiga Região Demarcada e Regulamentada, desde 1756-a que pertence e onde se conta entre os maiores produtores de VINHO DO PORTO e de VINHOS DE DENOMINAÇÃO DOURO, nome de prestígio também além fronteiras, onde cada vez mais vê premiados os seus vinhos.
Instituição Cooperativa de grande dimensão: em volume de produção – média de 6 milhões de litros/ano, dos quais 3 milhões de Vinho do Porto, e em número de cooperantes – cerca de 1.400 e exporta para 25 países em 4 continentes.
A dimensão empresarial das Caves Santa Marta é vasta, mais ainda se considerada a sua implantação em difícil por acentuada orografia, própria de genuínos Vinhos de Montanha que são os seus – de uvas colhidas dos 150 aos 600 metros de altitude, com incidência solar elevadíssima devida ao declive acentuado.
Orgulho de quantos se agregam e participam na missão das Caves Santa Marta, vitoriosos por atingir elevados padrões de Qualidade e em razão da grande procura da sua produção, também o ambiente social e humano, além da natureza envolvente – com as Reconstituições da Vinha, com Repovoamento em Castas Nobres, com Sistemas de Proteção Integrada - beneficiam da ação desta Empresa Cooperativa, tecnicamente bem estruturada e competente, por valia humana e por adequação e permanente actualização de processos e equipamentos.
Implantada num mar de vinhas que é o Concelho de Santa Marta de Penaguião, inenarrável paisagem, na encosta nascente da Serra do Marão, com o Rio Corgo a seus pés e o Rio Douro à vista, pouco mais a baixo; colorada de castanho na época de dormição, de vário verde na pujança vegetativa, de avermelhados e amarelos na altura da vindima; envolvida em história antiga e solares de séculos, com razão implantados neste fértil chão xistoso barrento; neste clima que aproveita e condiciona a produção vitícola, retendo a água e conservando o calor; onde mais terreno não há para uma cepa, de áreas aproveitadas ao pormenor por razão histórica e por razão também económica; esta é a realidade das CAVES SANTA MARTA.
ESTA APRESENTAÇÃO É TAMBÉM UM CONVITE para visitar esta Adega, Caves e Vinhedos, e connosco provar os nossos vinhos de prestígio.

Dona Otília

Dona Otília é uma empresa que nasce em 2015 fruto da vontade e da paixão dos seus proprietários. Ligados à cultura da vinha e do vinho desde sempre, este projeto pretende dar continuidade à produção de vinhos que as gerações anteriores iniciaram e ainda homenagear a Dona Otília, avó e matriarca. Mulher de garra, que trabalhava a terra com afinco e paixão, mas que viera a falecer ainda muito jovem.

A empresa foi ao longo dos anos aumentando a sua área de produção, modernizou algumas vinhas, plantou novas castas e mecanizou o sistema de rega, sofrendo profundas melhorias nas castas produzidas e na qualidade dos seus vinhos. Possui neste momento 3 quintas na sub-região do baixo corgo totalizando uma área de produção de mais de 40 hectares.
A estratégia da empresa Dona Otília Lda é liderada por elevados valores e padrões de ética empresarial assente numa visão a longo prazo solidificada pela alta qualidade dos seus vinhos, inovação das marcas e a rigorosa apresentação dos produtos.

Assim, cada vinho tem o seu lugar próprio concentrando em si o máximo da atenção e rigor da enologia e o melhor dos seus esforços, tendo como missão servir com excelência os vários segmentos de mercado.
Atreva-se a descobrir-nos!!

Fora da Lei

A marca Fora da Lei nasceu no ano de 2015.
Há longos anos que vendemos as uvas provenientes da nossa propriedade e em 2013 surgiu a vontade de iniciarmos a criação de vinho com marca própria.
O conceito:
Entre os anos de 2014 e 2015, enquanto aperfeiçoávamos e testávamos o nosso vinho com amigos e conhecidos, acontecia por vezes termos de o transportar de forma “algo” ilegal. Numa destas viagens autointitulamo-nos de “foras da lei”. Arvorados num certo imaginário coletivo e em personagens que a par e passo povoam os noticiários, surgiu a designação que viríamos a dar ao nosso vinho. Criámos então uma história em torno de três personagens ficcionais, que sustentam a força da designação de Fora da Lei e que foram igualmente a base concetual de toda a imagem gráfica da marca.
As vinhas:
Temos cerca de 5 ha de vinha, em cinco parcelas com diferentes idades. Três das parcelas são de vinha tradicional centenária, com castas misturadas, e duas, de vinhas restruturadas há cerca de doze anos. As vinhas situam-se nas encostas de Santa Marta de Penaguião. Encontramo-nos em modo de proteção integrada o que assegura práticas ambientais equilibradas.
Os vinhos:
Os vinhos Fora da Lei são provenientes de uma criteriosa seleção das nossas melhores uvas e de um cuidado trabalho de enologia. São vinhos que expressam o carinho e a dedicação de todos os intervenientes e as características singulares do Douro, e em particular da sub-região do Baixo-Corgo.
Para mais informação visite o nosso website: https://www.foradalei.pt/

Pedro Milanos

Pedro Milanos, foi o anagrama usado por Armindo Lopes, avô do enólogo Vasco Valente Lopes e sogro da produtora Maria Luisa Valente, para assinar os poemas de amor que dedicou ao Douro, e é desde 2003 o nome dos vinhos produzidos na Quinta Senhora da Graça, em Santa Marta de Penaguião, que é hoje a casa de uma família tradicional duriense que se dedica em exclusivo ao cultivo da terra e ao enoturismo.

Martha's Wines & Spirits

Localizados no coração do Douro, a história da família, remonta a 1727 quando se estabeleceram na região do Baixo Corgo como agricultores, em especial no cultivo da uva. Com um enorme conhecimento sobre a região e a vinha, as gerações seguintes embarcaram na aventura de produzir vinhos elegantes e distintos.
Atualmente as vinhas da família estão no concelho de Santa Marta de Penaguião, nas encostas de São João de Lobrigos.
Engarrafados em garrafas modernas e encantadoras, os vinhos da família Martha expressam a paixão pela terra, pelo rio Douro, pelas vinhas e pelo processo de produção.
O vinho é feito através de um método antigo e complexo que requer uma elaboração minuciosa e cuidada. Por ser uma empresa familiar, é capaz de controlar cada vinho com atenção ao detalhe.
Com grande tradição na produção de vinhos do Porto Tawny envelhecido, as gerações mais recentes aventuraram-se nos destilados artesanais, vinhos do Douro e Moscatel do Douro

Nogueiras, Lda

Nogueiras Lda, empresa familiar que já conta com a 3ª geração a operar na Região Demarcada do Douro. Desde 1963, com a aquisição da Quinta da Pitarrela, em Santa Marta de Penaguião, somos viticultores a operar nas 3 sub-regiões do Douro, com 35ha atualmente. Na família, contamos com quase 80ha de vinha, espalhados pela Região Demarcada do Douro. Recentemente, 2007, com a saída da Cooperativa de Santa Marta de Penaguião, empresa que nos recebia a totalidade da produção, começamos a transformar cerca de 10% das uvas que produzimos, lançando em 2010 a nossa primeira colheita no mercado. Não estamos nas grandes superfícies comerciais, sendo o nosso mercado de eleição, a restauração, garrafeiras, bem como o consumidor final, pelas lojas on-line.

Casa dos Migueis

Casa dos Migueis: a sua história começa em 1927, mas havia já uma ligação a estas vinhas e ao seu cultivo de muitas décadas antes.
Em 1989 pôs-se em marcha a reestruturação das vinhas, com castas nobres da região, que a levou ao patamar de produção de vinhos excelentes.
Dos 7,50 hectares da quinta, em parcela única, cerca de 60% estão plantados com castas brancas, como Viosinho, Rabigato, Fernão Pires, Gouveio, Malvasia Fina, Sercial e Códega do Larinho. Nas castas tintas foi feita a aposta em Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Amarela, Sousão e Tinta Barroca, com idades entre os 5 e os 25 anos.
A qualidade das uvas deve-se à localização e exposição das vinhas e dos solos onde se encontram implantadas, juntando-se a estas características o clima com condições específicas que caracterizam a região do Douro.
Desde a cepa até ao copo, as uvas e os vinhos passam pelos processos de colheita manual, pisa a pé, fermentação em lagares e depósitos de inox, estágio em barricas de carvalho e garrafas, obtendo-se assim os vinhos Casa dos Migueis e Tintoreto.

Quinta das Chaquedas

A Quinta das Chaquedas começou com uma História de Amor.
Uma família que se pretendia junta, e assim o conseguiu, harmonizando-se com os vinhos.
Francisco, oficial do exército a trabalhar na região, é do Douro e de uma família, com raízes no Douro, desde há séculos.
Paula Filipe, é de V. N. Gaia, onde começou por exercer Advocacia, durante cerca de 10 anos.
Casaram em 1993, e cada um seguiu a sua profissão, em Lamego e em Gaia.
Até que os seus caminhos se encontraram, e esses 100 km se estreitaram.
Em 1999, e de modo a poderem estar mais juntos, embarcaram num projeto comum, e compraram a Quinta da Cascalheira, no Cima-Corgo, no vale do Rio Torto, um terroir realmente único, no Douro, com todas as suas vinhas de letra “A”, o que denota a excelência da sua qualidade.
E o sonho começou a tomar forma.
Uma Quinta que começou com 8 ha, conta atualmente com mais do dobro da área, fruto de compras posteriores de terras vizinhas, e de uma paixão pela vinha que ia crescendo a cada dia.

Em cima
Menu
Fechar
Carrinho
Fechar
Voltar
Conta
Fechar